domingo,

14/04/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Correios aprova reajuste de preços para encomendas em 4,62% em 2024

 

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) anunciou um reajuste médio de 4,39% nos serviços postais em todo o Brasil, a ser aplicado a partir do dia 3 de abril.

Esse aumento corresponde à correção da inflação, baseada na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2023.

A medida foi oficializada por meio de uma portaria do Ministério das Comunicações, publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (25).

Entre os principais ajustes, destaca-se o aumento da tarifa para envio de cartas e cartões postais nacionais de até 20 gramas, que passará de R$ 2,45 para R$ 2,55.

Já para envios de maior peso, na faixa de 450g a 500g, a tarifa máxima subirá de R$ 13,35 para R$ 13,80. Além disso, o franqueamento autorizado de cartas simples terá uma variação de R$ 2,27 a R$ 12,17, dependendo do peso em gramas.

 

Para os telegramas nacionais, os valores serão diferenciados conforme a modalidade escolhida.

O envio via internet custará R$ 10,74, enquanto o serviço prestado por telefone terá o custo de R$ 12,96. Já para os casos de contratação pré-paga nas agências, o valor será de R$ 15,56.

É importante ressaltar que para envios de malotes com grandes volumes, contratados por pessoa jurídica, é necessário consultar a tabela de distância e peso disponibilizada no site dos Correios.

Os envios internacionais serão categorizados em cinco grupos de países, separados por região.

Os valores poderão variar de R$ 4,30 a R$ 239,60, dependendo do peso em gramas e do grupo do país de destino, que inclui desde países da América do Sul até regiões como Europa, Ásia e Oriente Médio, África e Oceania.

Para mais informações sobre os valores específicos para cada grupo de países, os interessados devem consultar o site oficial dos Correios.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo