Últimas notícias
Home » Segurança » Corpo de piloto que morreu em queda de helicóptero foi velado em Curitiba

Corpo de piloto que morreu em queda de helicóptero foi velado em Curitiba

 O corpo do piloto Antônio Mário Franco Aguiar, que morreu após a queda de um helicóptero em Joinville, no norte de Santa Catarina, na quinta-feira (8), começou a ser velado na manhã desta terça-feira (13), em Curitiba.  A cerimônia de despedida foi realizada no fim desta tarde, mas a cremação ainda não tem data, pois depende de liberação judicial por se tratar de morte violenta.

O acidente

O acidente aconteceu após o helicóptero ter sido sequestrado em Penha, cidade a aproximadamente 70 quilômetros de Joinville. A aeronave caiu em uma rua e pegou fogo na sequência. O piloto era de Curitiba e tinha 56 anos.

Testemunhas disseram às autoridades policiais que haviam escutado tiros antes da queda. O caso está sendo investigado pela Polícia Federal e pelo Serviço Regional de Investigação de Acidentes Aéreos (Seripa).

Além do piloto, morreram na queda o auxiliar de pista Bruno Siqueira, de 21 anos, e outra pessoa, ainda não identificada. Houve um sobrevivente: Daniel da Silva. Ele tem passagens por tráfico e porte ilegal de arma de fogo, foi preso em flagrante e está escoltado no hospital.

O velório e o sepultamento do auxiliar de pista foram realizados na segunda (12), na cidade de Penha.

A aeronave com prefixo PR HBB, modelo BELL 206, era da empresa Avalon Táxi-aéreo e fazia normalmente voos panorâmicos na cidade de Penha.

Investigação

Dois dos quatro ocupantes do helicóptero são suspeitos do sequestro. Funcionários da Avalon disseram à PF que dois homens contrataram, na véspera do acidente, um sobrevoo de 50 minutos numa área que seria de propriedade deles em Joinville para, depois, retornar a Penha. A dupla pagou R$ 3,1 mil em dinheiro.

Segundo a Polícia Civil, que começou as investigações antes da PF assumir o caso, após a decolagem o piloto emitiu à sede da Avalon, em Curitiba, um código avisando do sequestro.

Uma das suspeitas é que a intenção era que a aeronave fosse usada para resgatar um detento. O local da queda fica a dois quilômetros de um presídio. Perto do local foram encontrados um revólver e uma pistola, que, de acordo com a Polícia Militar, está registrada em nome das Forças Armadas do Paraguai.

G1

Facebook Comments

About Aconteceu em Joinville

Aconteceu em Joinville
O Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *

*

error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville