Quarta, 29/06/2022
Joinville - SC
Compartilhar
Ouvir publicação

A Coree International School, obedecendo as normativas do Governo do Estado de Santa Catarina, suspendeu as aulas presenciais desde o dia 19 de março. Mas diferente de outras instituições, que abriram período de férias ou instruções parciais via web para seus alunos, a CIS optou por dar continuidade ao calendário escolar fornecendo as aulas de forma online.

Para isso, a escola está utilizando junto aos seus alunos e professores a ferramenta Google Classroom, para que as crianças e jovens possam assistir suas aulas de casa, evitando a exposição e aglomeração que pode contribuir para a disseminação em larga escala do Coronavírus. Nos casos em que o estudante não tinha um computador em casa, a escola disponibilizou o empréstimo.

Desde o dia 19 de março, no mesmo período em que estariam na escola, das 7h30 às 16h, os alunos recebem em casa as aulas ministradas por seus professores, virtualmente. Os primeiros dias foram dedicados ao contato e adaptação com a plataforma de ensino e à revisão de conteúdo, para em seguida dar sequência ao calendário escolar.

“Estamos recebendo muitos elogios. É uma alegria para os alunos estar ali nesse ambiente virtual e ver os colegas e os professores. É uma nova forma de ser e fazer. Uma maneira também de levar para as casas um ambiente ativo, menos depressivo, saudável e com um conteúdo bacana”, declara Elza Giostri, diretora da Coree International School, que destacou ainda a importância cada vez maior de aliar a tecnologia à educação.

Uma das mães de aluno, Simone de Lima, usou as redes sociais para registrar o primeiro dia de aula do filho em tempo real, virtual. “Parabéns a todos da escola que mostraram para os alunos serenidade diante desta situação. Adaptação rápida diante da demanda. Muitos aprendizados! Obrigada, muito obrigada!”, registrou Simone, demonstrando sua satisfação com as aulas virtuais da Coree International School.

Vale lembrar que as aulas não são gravadas, mas online e em tempo real. Os professores montaram suas estruturas em suas casas para ministrar as aulas e atender aos alunos. Todo o recurso necessário foi disponibilizado pela escola, que também ofereceu um espaço na instituição, com câmera e tudo que o professor precisa para dar sua aula virtual de lá, caso ele prefira.

Alguns aproveitaram e fizeram dos seus locais de aula, em suas casas, verdadeiros espaços lúdicos para envolver ainda mais os alunos neste novo aprendizado. As únicas exceções são as aulas de Música e Educação Física, que são gravadas e podem ser feitas em outro horário.

Assim como nas aulas presenciais, os alunos têm seus horários de intervalo para descanso e lanche. E fora dos horários da aula, eles e seus pais contam com dicas dos professores para atividades que possam ser feitas nas varandas ou nas salas para que as crianças e jovens não fiquem o tempo todo conectados e aproveitem a interação com seus familiares.

Mariana Toski, mãe do alunos Henrique e Guilherme, organizou, com  o apoio de Cathia Cristhina da Silva e outras mães, um vídeo em homenagem aos professores como forma de gratidão. “Queremos deixar estes profissionais tranquilos durante essa crise e agradecer a todos o empenho e carinho, tanto deles, professores, quanto da escola com os nossos filhos, mostrar nossa gratidão e nosso apoio”, afirma Mariana.

Uma outra importante questão destacada pela direção da Coree International School é que as aulas online contribuem de forma significativa também para aqueles alunos que possam estar isolados por um possível contágio do coronavírus ou mesmo os que estariam afastados por qualquer outro impedimento de saúde temporário, mas que não impeça o acesso ao computador.

“Os alunos que possam estar ou ficar doentes têm a chance não só de não perder as aulas, mas de interagir com seus amigos e professores online, o que com certeza contribui para a melhoria do estado emocional, físico e de saúde em geral”, diz Elza Giostri. Ela conta ainda que enviou um vídeo para os pais colocando-se pessoalmente à disposição e oferecendo suporte psicológico também, com a profissional da instituição.

 

Block