Quarta, 29/06/2022
Joinville - SC

Conselho de Administração revê decisão que cria gratificação para diretoria da Águas de Joinville

junho 2, 2022
Conselho de Administração revê decisão que cria gratificação para diretoria da Águas de Joinville
Compartilhar
Ouvir publicação

Na tarde desta quinta-feira (2/6), durante a realização de reunião extraordinária, os integrantes do Conselho de Administração da Companhia Águas de Joinville (CAJ) decidiram recuar na criação de uma gratificação aplicada para a diretoria da empresa.

“Nós ouvimos a comunidade e também a equipe de funcionários da Companhia e entendemos que esta é a melhor decisão neste momento”, afirma Marcelo Hack, presidente do Conselho de Administração.

Em 17 de março, o Conselho de Administração da CAJ apresentou projeto para a criação de uma gratificação para os diretores da empresa. A gratificação estabelecida previa duas vezes o percentual do Programa de Participação nos Resultados (PPR).

A pedido do prefeito Adriano Silva, o Conselho de Administração realizou uma reunião que contou com aproximadamente 50 funcionários da CAJ para ouvir as demandas e as percepções sobre o atual momento da empresa.

“Seguimos comprometidos em continuar fazendo com que a Águas de Joinville preste serviços de excelência para os joinvilenses, melhorando a cobertura de esgoto, reduzindo as perdas de água e agilizando os reparos”, reforça Hack.

Na segunda-feira (6/6), a diretoria e integrantes do Conselho de Administração comparecerão na Câmara de Vereadores de Joinville para prestar os esclarecimentos solicitados pelos representantes do legislativo sobre o tema.

Programa de Participação nos Resultados

No ano de 2010, a Companhia Águas de Joinville (CAJ) implantou uma metodologia de reconhecimento e meritocracia para os funcionários por meio do Programa de Participação nos Resultados (PPR).

Desde então, este modelo vem passando por melhorias, visando garantir a eficiência econômica e técnica da empresa. Este ano foi aprovada uma nova estratégia de cálculo para o benefício, aplicada de forma igualitária para todos os funcionários e também para a diretoria da Companhia.

O novo modelo do PPR da Águas de Joinville está focado em seis indicadores, que refletem diretamente a qualidade do serviço prestado para a população, a sustentabilidade da empresa e o projeto de universalização do saneamento básico.

“Se a equipe da Companhia Águas de Joinville atingir as metas estabelecidas, a cidade como um todo vai ser beneficiada pela melhoria na prestação dos serviços”, explica Marcelo.

Desta forma, serão consideradas metas para a Receita Operacional Líquida (ROL), os custos e despesas, o cumprimento do plano de investimento, a redução no tempo de resposta, a queda do índice de perdas e o aumento do índice de cobertura de esgoto.

Caso as metas sejam atingidas em 70%, o pagamento do PPR será correspondente ao valor de meio salário. Com o aumento no cumprimento das metas, este valor será ampliado de maneira escalonada, até o pagamento de um salário, caso seja atingido 100% das metas.

Para estimular os funcionários a atender de forma ainda mais satisfatória a população, superando as metas estratégicas, foram estabelecidos dois patamares suplementares. Caso essas metas ultrapassarem os 100%, o pagamento poderá chegar até a dois salários, no máximo.

Block