Sabado, 31/07/2021
Joinville

Companhia Águas de Joinville apresenta novo modelo de cobrança da tarifa

maio 31, 2021
Companhia Águas de Joinville apresenta novo modelo de cobrança da tarifa
Compartilhar
Ouvir publicação

Com o objetivo de atualizar o modelo de cobrança de água e esgoto a uma tendência nacional, a equipe técnica da Companhia Águas de Joinville (CAJ), com a colaboração da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (ARIS), estruturou a Tarifa Básica Operacional (TBO). Assim, será extinta a cobrança da tarifa por meio do consumo mínimo, passando a considerar o consumo efetivo.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

A nova forma de faturamento será implementada para calcular os investimentos com água e esgoto e vai possibilitar o estímulo do uso consciente da água, a adequação dos valores à realidade de consumo de cada família e a manutenção do preço médio da água.

“A implantação da Tarifa Básica Operacional representa um importante avanço para que possamos manter o serviço oferecido pela Companhia Águas de Joinville e continuar avançando em tecnologia e qualidade”, afirma Giancarlo Schneider, presidente da CAJ.

Este modelo já é adotado por diversas cidades, como Jaraguá do Sul, São Bento do Sul e Balneário Camboriú, além de todas as cidades cujo serviço é oferecido pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan).

Participe das PROMOÇÕES do AJ no You Tube – Clique aqui e se inscreva

Cabe ressaltar que a implantação da TBO também é uma solicitação do Conselho Municipal de Saneamento Básico, que apresentou uma moção requisitando o estudo deste modelo para Joinville em 2019.

Atualmente, a cobrança é realizada por meio de um conceito de tarifa mínima, na qual o cliente paga uma taxa e pode consumir até 10 metros cúbicos de água, pagando o excedente de acordo com o consumo. O novo modelo prevê uma parcela fixa, com o custo mínimo para manter a disponibilidade do sistema, e uma parcela variável, com base no volume consumido, medido no hidrômetro.

Novo modelo de cobrança

Para os clientes residenciais, a tarifa mínima no modelo atual é de R$ 36,34, com duas faixas para o excedente, de acordo com a quantidade de metros cúbicos consumidos. Por meio da TBO, a tarifa fixa passa a ser de R$ 26,24, com sete faixas para o excedente de forma variável, tornando o valor mais adequado ao volume de consumo.

Uma moradia que consome 6 metros cúbicos de água, por exemplo, que hoje paga a tarifa mínima de R$ 36,34, terá uma diminuição no custo da tarifa com o novo modelo, passando a pagar R$ 32,96. Neste caso, a redução representa 9,3% do valor total.

Aconteceu em Joinville no Twitter – Clique Aqui

Os usuários de Tarifas Especiais também serão beneficiados por este modelo, sendo que a Tarifa Residencial Social Especial, que começava em R$ 14,78, vai começar em R$ 7,87, com o custo adicional de R$ 0,23 para quem consome até 15 metros cúbicos. Neste grupo, a economia será imediata para mais de 3,5 mil famílias.

O cronograma de implantação da TBO teve início no mês de maio, com a comunicação do novo modelo para os clientes. Paralelamente, a equipe técnica da Companhia Águas de Joinville trabalha na homologação do sistema para permitir as alterações. Também está prevista a realização de uma Consulta Pública e a deliberação pela ARIS. Caso as etapas transcorram conforme o planejado, será possível aplicar o novo modelo no mês de setembro de 2021.

Siga-nos no nosso Instagram para receber notícias da região direto no seu celular. Para participar, basta CLICAR AQUI

Block