Sabado, 28/05/2022
Joinville - SC

Cerca de 27 mil moradores têm acesso ao esgotamento sanitário em cinco bairros de Joinville

abril 26, 2022
Cerca de 27 mil moradores têm acesso ao esgotamento sanitário em cinco bairros de Joinville
Compartilhar
Ouvir publicação

Durante o mês de abril, 4,4 mil residências nos bairros Boa Vista, Fátima e Guanabara, o que representa de cerca de 13 mil pessoas, recebem orientação para realizar a conexão de seus imóveis à rede coletora de esgoto da Águas de Joinville. Em março, 4,5 mil residências dos bairros João Costa e Jarivatuba receberam autorização para se conectar, garantindo o acesso ao sistema de esgoto para outros 14 mil moradores.

A liberação é informada por carta enviada a cada residência, com explicação sobre como fazer a ligação corretamente. Por este motivo, o morador deve aguardar a liberação para iniciar o processo. As obras fazem parte do Plano Diretor de Esgoto da Companhia, que direciona ações e investimentos rumo à universalização do acesso aos serviços de esgoto em Joinville. Atualmente, a cobertura de esgoto na cidade é de 40,9% e 100% do esgoto coletado recebe tratamento e destinação adequada.

Entenda como fazer a ligação

A orientação é que o proprietário, após receber a liberação, contate um encanador de confiança para verificar a tubulação do imóvel e realizar a conexão. É importante lembrar que a rede da parte de dentro do terreno deve direcionar a água do vaso sanitário, do ralo do chuveiro, das pias da cozinha e da churrasqueira, caso haja, para a rede pública de esgoto. É necessário que as pias de cozinha passem antes por uma caixa de gordura para prevenir o entupimento das redes e evitar extravasamento de esgoto nas ruas.

A água da chuva, de calhas e piscinas não deve ir para a rede coletora, e sim para a rede de drenagem da Prefeitura de Joinville. A Companhia também orienta que uma válvula de retenção seja instalada no coletor predial de esgoto antes da conexão à rede. A peça impede o retorno de esgoto e o acesso de roedores no interior das residências.

Com o sistema de esgotamento sanitário ativo, o imóvel passa a ser mais valorizado e contribui com o planeta ao devolver água limpa para a natureza. Além disso, com a ligação correta, se evita a proliferação de doenças e o mau cheiro.

Após a ligação do ramal interno à rede coletora, o morador não precisa mais dos serviços de caminhões limpa-fossa; portanto, deve desativar o sistema de fossa-filtro do imóvel, para evitar a formação e acúmulo de gases.

Águas de Joinville realiza a vistoria gratuitamente nos imóveis

Depois da ligação à rede de esgoto concluída, o morador faz o pedido de vistoria pelo número 47 99944-8729 ou gratuitamente pela central telefônica 115. O serviço, que não tem custo para o morador, é realizado por profissionais da empresa terceirizada Terra Norte. A empresa também faz contato ativo por telefone para agendar as visitas. No caso de prédios residenciais ou comerciais, o síndico pode entrar em contato com a Águas de Joinville para fazer o agendamento.

Os técnicos verificam se as ligações das residências à rede coletora estão corretas. As condições das caixas de gordura também são observadas, como localização e dimensionamento correto. O objetivo é combater as ligações irregulares que causam mau cheiro, contaminam o meio ambiente e causam extravasamentos nas ruas e refluxo de esgoto nos imóveis.

Caso alguma irregularidade seja encontrada, o morador é orientado a providenciar a correção em até 60 dias.

Block