Sexta, 23/07/2021
Joinville

Caso de febre maculosa é registrado em Schroeder

julho 20, 2021
Caso de febre maculosa é registrado em Schroeder
Compartilhar
Ouvir publicação

A Secretaria Municipal de Saúde de Schroeder registrou um caso de febre maculosa na cidade. A transmissão da doença é ocasionada pela picada do carrapato estrela.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

 De acordo com a enfermeira Cristiane de Lima Pacheco, da Vigilância Epidemiológica, a febre maculosa é originada por diversas bactérias, sendo a espécie Rickettsia rickettsii a mais importante do Brasil. “A transmissão ocorre pela picada de carrapato infectado. Para que a rickettsia se reative e possa ocorrer a infecção no homem, há necessidade de que o carrapato fique aderido no corpo por algumas horas (de 4h a 6h).

Siga-nos no nosso Instagram para receber notícias da região direto no seu celular. Para participar, basta CLICAR AQUI

Pode também ocorrer contaminação através de lesões na pele, pelo esmagamento do carrapato”, explica. Os sintomas da doença são febre alta, dor de cabeça, dor no corpo e lesões na pele (manchas avermelhadas), podendo se agravar e levar à morte, se não for tratada precocemente. O tratamento é simples e é feito com antibióticos.

Como prevenir a febre maculosa?

A prevenção da doença requer as seguintes atitudes

• Evitar caminhar em áreas conhecidamente infestadas por carrapatos no meio rural e silvestre;

• Quando for necessário caminhar por áreas infestadas por carrapatos, vistoriar o corpo em busca de carrapatos em intervalos de 3 horas, pois quanto mais rápido for retirado o carrapato, menor serão os riscos de contrair a doença;

• Utilizar barreiras físicas, como calças compridas com parte inferior por dentro das botas; • Recomenda-se o uso de roupas claras, para facilitar a visualização dos carrapatos;

• Não esmagar (comprimir) os carrapatos com as unhas pois com isso pode-se liberar as bactérias, que têm capacidade de penetrar através de lesões na pele;

• Aparar o gramado o mais rente ao solo, facilitando, assim, a penetração dos raios solares; • Usar carrapaticidas nos animais domésticos (cão e gato) e nos animais de criação (bovinos e equinos);

• Cão da cidade que vai ao campo é mais suscetível à doença, portanto, é necessário tratá-lo com produto carrapaticida quando voltar à cidade.

A febre maculosa é uma doença infecciosa, febril aguda e de gravidade variável. Ela pode variar desde as formas clínicas leves e atípicas até formas graves, com elevada taxa de letalidade. A febre maculosa é causada por uma bactéria do gênero Rickettsia, transmitida pela picada do carrapato.

Os principais sintomas da Febre Maculosa são:

  • Febre alta e súbita;
  • Cefaleia;
  • Hiperemia conjuntival;
  • Dor muscular e articular;
  • Mal-estar;
  • Dores abdominais;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Exantema.

Participe das PROMOÇÕES do AJ no You Tube – Clique aqui e se inscreva

Não é permitido replicar o conteúdo desse site.