Home » Segurança » Campanha para revitalizar a Serra Dona Francisca será lançada Hoje

Campanha para revitalizar a Serra Dona Francisca será lançada Hoje

A cobrança da revitalização da Rodovia SC 418, que compreende o trecho da Serra Dona Francisca é tema de campanha das Associação Empresariais de Campo Alegre, São Bento do Sul e Rio Negrinho (Aciaca, Acisbs e Acirne), e será lançada nesta segunda-feira, (16), às 17 horas, na Promosul.

Entre as ações que compreendem o movimento, está o abaixo-assinado na plataforma Change.org, pressionando 16 autoridades e representantes políticos da região, entre eles, o governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira.

A Rodovia SC 418 não recebe obras de revitalização há 16 anos, apenas pequenos reparos que não reduzem as estatísticas dos acidentes no trecho. De 2015 até janeiro de 2018, 69 pessoas perderam a vida em 1.213 acidentes.

É uma importante via para a economia regional, assim como, um dos principais acessos ao Planalto Norte Catarinense. A falta de manutenção da via, a sinalização prejudicada e a iluminação fora de funcionamento contribuem para os altos índices de acidentes. A média de veículos transitando pela via por dia é 8,5 mil e em períodos de alta temporada chega a 13 mil.

Além do lançamento do dia 16, uma grande ação está sendo organizada pelas Associações, para o dia 19 de maio, no posto 4, da Polícia Rodoviária, em Campo Alegre, chamada de blitz educativa. Segundo o Sargento PM Sandro Ludovico Moecke, comandante da unidade, a imprudência também aumenta os riscos de acidentes na rodovia. Neste dia, uma cartilha falando da campanha e dos cuidados no trânsito serão abordados.

Uma lista será contemplada no material para apoio do Núcleo de Automecânicas, que estará verificando os itens básicos de segurança. O dia 19, é o dia “D” da campanha Feirão do Imposto em todo Brasil, e os integrantes do Núcleo de Jovens da Acisbs também participam da ação de conscientização. A campanha do Feirão deste ano tem como tema “Pague 2, leve 1”, e luta por menos discursos e mais eficiência no uso do dinheiro público.

De acordo com o presidente da Acisbs, Jonathan Roger Linzmeyer, o que mais se ouve é que não há recursos para investimentos. “Até quando vamos perder vidas e nada será feito? A Serra Dona Francisca tem sido palco de muito acidentes e muitas vidas estão sendo perdidas. A má conservação da Rodovia tem contribuído para o aumento das estatísticas” destacou.

Em 2017 foram 429 colisões, 220 pessoas feridas e seis mortes. Linzmeyer ainda comenta a questão dos impostos, falando que os valores arrecadados, como por exemplo, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), não se revertem em melhorias para a região.  “Não estamos pedindo e sim, exigindo que seja feito o mínimo pelo que pagamos” enfatiza.

Com a campanha, as entidades com o apoio da comunidade regional, cobra o aumento e a manutenção da sinalização da Rodovia, a limpeza constante das marginais e das calhas para a integridade da pista e do sistema de drenagem, o conserto do asfalto em diversos pontos da pista, o retorno da iluminação que hoje não funciona, assim como maior atenção ao Posto 4, da Polícia Rodoviária, que está com baixo efetivo e com falta de materiais importantes para o atendimento dos usuários.

Além de direcionar a cobrança ao Governo do Estado e órgãos competentes, as associações empresariais aproveitam o ano eleitoral, para cobrar e reivindicar a revitalização da Serra Dona Francisca junto aos deputados estaduais e federais.

“Não queremos que seja uma promessa de campanha, queremos que de fato seja um compromisso com a região. Não basta ficar realizando ações pontuais, precisamos de proatividade, de comprometimento” frisou a presidente da Acirne, Eliete Adriani da Cruz.

Abaixo-assinado – Para assinar a petição, é necessário acessar a página www.change.org. Também, um QR Code foi criado para facilitar o acesso à página. Até as primeiras 100 assinaturas cada ‘alvo’ recebe um e-mail por adesão. Depois, um a cada 500 e, então, um a cada mil. O objetivo inicial é atingir 20 mil assinaturas.

Obras na Serra – desde quando foi inaugurada a obra de 2002, com investimento de R$ 7 milhões do Governo do Estado, de lá para cá, nada de expressivo foi feito na Rodovia.  Naquela ocasião foram realizadas as obras de alterações da capacidade de drenagem, a correção de escorregamentos de barrancos, obras de pavimentação, implantação de piso de concreto em cimento nas curvas, nova sinalização com tachinhas refletivas, na vila Dona Francisca foi instalado passeio para ciclistas, investimento na cascata e estacionamento nos mirantes.

A serra recebeu dois tipos de pavimento: o asfáltico tradicional e o pavimento rígido de concreto, colocado nos trechos mais sinuosos da rodovia. Além de 6.500 metros de rede elétrica subterrânea e a instalação de iluminação especial nos 4.200 metros da Serra.

Apoio: a campanha conta ainda com o apoio do Núcleo de Automecânicas da Acisbs, dos Núcleos de Jovens Empreendedores de São Bento e Rio Negrinho, da Astran, do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga do Planalto Norte Catarinense (Sindiplan), e ainda do Conselho Estadual de Jovens Empreendedores (Cejesc) e da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc).

Facebook Comments
error: Aconteceu em Joinville!