sábado,

25/05/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Barco pesqueiro de Itajaí está desaparecido há mais de 11 dias

Uma embarcação pesqueira de Itajaí está desaparecida em alto-mar desde o último dia 4 de novembro. A embarcação Manuela Simão, com seis tripulantes a bordo, teve a falta de comunicação reportada à Marinha do Brasil na segunda-feira pela esposa do armador.

Segundo informações, o barco estava em alto-mar realizando a pesca de “cardume associado”, direcionada principalmente ao atum, além de outras espécies como listrado e peixe-rei.

Desde o dia 4 de novembro, não houve mais contato entre a embarcação e a equipe de terra.

O Sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região emitiu uma nota oficial

O SINDIPI comunica que a Marinha do Brasil iniciou as buscas pela embarcação Manuela Simão, que desapareceu na costa do Rio Grande do Sul. O desaparecimento veio à tona nesta semana, depois que a embarcação, associada à entidade, não aportou na data prevista. 

O último sinal emitido pelo PREPS (Programa Nacional de Rastreamento de Embarcações Pesqueira) foi no dia 04 de novembro nas seguintes coordenadas: latitude 33º11’26.00”s e logitude 50º33’41.00”w. 

Desde a descoberta do desaparecimento foi emitido um pedido de ajuda às embarcações que pudessem estar operando próximo à região.

A Marinha do Brasil também segue nas buscas.

Neste cruzeiro de pesca a embarcação Manuela Simão, da modalidade de cardume associado, contava com seis tripulantes a bordo: o armador e mestre Madson Orlando Simão e os tripulantes João Maricelo Matos Santana, Rafael Matos Santana, Elizandro Rodrigues Silveira, Arildo Honorato e Edmar Marcelino Ribeiro. 

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo