Terça, 26/10/2021
Joinville - SC

Bailarina de Joinvilense morre em acidente; ‘É como perder um pedacinho meu’, diz tia

agosto 16, 2021
Bailarina de Joinvilense morre em acidente; ‘É como perder um pedacinho meu’, diz tia
Compartilhar
Ouvir publicação

Uma catarinense de Joinville, no Norte catarinense, morreu em um acidente de trânsito no interior do Rio Grande do Sul na quarta-feira (11). A professora de dança e bailarina, Janaína Jurk Erkmann de 29 anos morava em Erechim.

 

A colisão ocorreu por volta das 16h na RS-331, em Marcelino Ramos, quando o carro que a vítima dirigia colidiu frontalmente contra um caminhão. O socorro médico chegou a ser acionado, mas a catarinense morreu no local.

Segundo a funerária, o corpo da professora foi velado na capela municipal de Marcelino Ramos na quinta-feira (12) e será sepultado nesta sexta-feira (13) por volta das 10h, em Joinville. Ela deixa o filho de 6 anos.

Carro da professora de dança colidiu com um caminhão na RS-331 — Foto: Redes Sociais/ Reprodução
Carro da professora de dança colidiu com um caminhão na RS-331 — Foto: Redes Sociais/ Reprodução

Notas de pesar e homenagens

A Prefeitura de Erechim, divulgou uma nota de pesar lamentando a morte. Janaína era professora de dança e membro da Orquestra Belas Artes municipal. Além da prefeitura outras instituições em que Janaína trabalhava e a Congregação Evangélica Luterana também lamentaram a morte da professora nas redes sociais.

Em um vídeo publicado por uma academia de dança de Erechim, Janaína fala dos desafios que teve que lidar durante a pandemia.

“Meu maior aprendizado, foi me renovar neste novo jeito que a gente teve que existir. Eu tive que aprender a lidar com a minha ansiedade. Tive que aprender que eu tenho que fazer o meu melhor hoje, porque a gente nunca sabe o que pode acontecer amanhã”, disse Janaína.

 

Vídeo em homenagem à professora foi publicado por academia de dança — Foto: Redes Sociais/Reprodução
Vídeo em homenagem à professora foi publicado por academia de dança — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Uma tia da professora, por parte de pai, compartilhou o vídeo da academia de dança nas redes sociais e lamentou a morte da sobrinha. Segundo ela, a última conversa que teve com Janaína foi na sexta-feira (6). As duas programavam uma viagem.

“Hoje meu coração dilacerou mais um pouquinho. Nem me recuperei de uma dor e recebo mais uma notícia que me deixou arrasada, sem chão, sem acreditar. Ainda tantos planos e tanta coisa para viver mas Deus decidiu que era hora de te juntar ao teu pai, meu amado e saudoso irmão Saul. Que Deus te receba de braços abertos e vai alegrar o céu com tuas danças e coreografias. Perder um sobrinho meu é como perder um pedacinho meu, amo cada um como se fossem um pedaço de um filho meu, quem me conhece sabe”, disse. g1.com

Prefeitura de Erechim lamentou a morte da professora nas redes sociais — Foto: Redes Sociais/ Reprodução

Prefeitura de Erechim lamentou a morte da professora nas redes sociais — Foto: Redes Sociais/ Reprodução

Siga-nos no nosso Instagram para receber notícias da região direto no seu celular. Para participar, basta CLICAR AQUI 

Block