sábado,

25/05/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Aumento nos Focos de Dengue Preocupa Vigilância Epidemiológica de Araquari

Com a proximidade do verão e o aumento das chuvas, a vigilância epidemiológica de Araquari está em alerta devido ao crescimento nos focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Neste ano, Araquari já registrou duas mortes por dengue.

Desde o início do ano, houve 3.353 atendimentos por suspeita de dengue, com 1.509 casos confirmados e 43 em investigação. A faixa etária mais afetada foi a de pessoas entre 20 e 29 anos, com 307 casos.

A vigilância epidemiológica faz um apelo à comunidade para que tome medidas preventivas, como eliminar recipientes que possam acumular água, vedar caixas d’água e não permitir que água se acumule em vasos de flores.

Além disso, a vigilância ambiental realizará um mutirão de limpeza nos cemitérios de Araquari após o feriado de Finados. Em 15 de novembro, o mascote do combate à dengue percorrerá os mercados da cidade para conscientizar as famílias.

O bairro com o maior número de focos do mosquito é o Porto Grande, com 255 casos, seguido pelo Centro, com 188 casos, e Colégio Agrícola, com 157 casos. Denúncias de água parada podem ser feitas à ouvidoria do município pelo telefone 156, WhatsApp: (47) 9.8462 5677 ou email ouvidoria@araquari.sc.gov.br.

Confira o número de focos encontrados em cada bairro:

1º Itinga: 630 2º Porto Grande: 255 3º Centro: 188 4º Colégio Agrícola: 157 5º Areias Pequenas: 79 6º Rainha: 77 7º Volta Redonda: 61 8º Barra do Itapocu: 41 9º Ponto Alto: 34 10º Itapocu: 22 11º Corveta: 19 12º Morro Grande: 7 13º Morro do Jacu: 1

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo