Sexta, 01/07/2022
Joinville - SC

Ativistas fazem manifestação contra Pobreza Menstrual em Joinville

maio 26, 2022
Ativistas fazem manifestação contra Pobreza Menstrual em Joinville
Compartilhar
Ouvir publicação

Discutir a saúde e os direitos menstruais é um dos caminhos para combater a pobreza menstrual, segundo o que prevê o Fundo das Nações Unidas para a Infância. Em Joinville, para lembrar o Dia Internacional da Higiene Menstrual, comemorado no próximo sábado, 28 de maio, ativistas vão realizar um ato na Praça da Bandeira, Centro, entre 8h30 e 10h.

Na ocasião, os ativistas vão mostrar a importância do setor público e da sociedade olharem para o problema da pobreza menstrual, que atinge menstruantes de extrema pobreza na cidade. De acordo com dados do Cadastro Único, Joinville tem mais de 26 mil pessoas em situação de extrema pobreza. Os números são de janeiro de 2022.

Outra questão a ser abordada no ato é a cobrança da implementação da Lei 9.117, que trata da Erradicação da Pobreza Menstrual em Joinville, publicada no Diário Oficial do Município em fevereiro deste ano.

“Queremos saber a quantas anda a operacionalização da lei. Até o momento, não vimos nenhuma movimentação da Prefeitura de Joinville no sentido de colocar a lei em prática e promover alguma ação que contribua para a erradicação da pobreza menstrual na cidade. O governo do estado já começou a distribuir absorventes para estudantes da rede estadual e o mesmo acontece na Prefeitura de Florianópolis. Entretanto, em Joinville, as pessoas menstruantes em situação de extrema pobreza não têm nenhuma atenção do poder executivo municipal”, explica Elis da Nhaia, do Projeto MenstruAção.

O Projeto atua na conscientização sobre higiene menstrual e promove a distribuição de absorventes, recebidos por meio de doação. Desde junho de 2021, a iniciativa já distribuiu mais de 16 mil absorventes na cidade.

“O não acesso a absorventes menstruais prejudica o desenvolvimento de mulheres e homens transgêneros, que deixam de frequentar a escola ou o trabalho por falta de um item que todo mundo acredita ser muito barato, mas que, infelizmente, em uma situação de extrema pobreza acaba se tornando inacessível”, complementa Elis.

Na programação do ato, às 9h30 haverá uma roda de conversa sobre “O poder da menstruação”, com a terapeuta e doula Aline Melo. O movimento conta com o apoio do mandato popular da vereadora Ana Lúcia Martins, autora da lei sobre Erradicação da Pobreza Menstrual na cidade, e da organização comunitária Girl Up Club Joinville.

 

Sobre o 28 de Maio – Dia Internacional da Higiene Menstrual  

A data foi criada em 2014, pela ONG alemã Wash United, com o objetivo de quebrar o silêncio, acabar com tabus sobre menstruação e gerar mais conhecimento e educação para meninas sobre a importância de uma boa higiene íntima no período menstrual.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Block