Sexta, 27/05/2022
Joinville - SC
abril 2, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

Servidores do Setor Psicossocial e do Serviço de Mediação Familiar da comarca de Joinville realizaram uma videoconferência com o objetivo de articular as ações do grupo. Grande parte do trabalho promovido pelo setor requer uma interação entre assistentes sociais e psicólogos da unidade. Além de discutir parâmetros éticos relacionados à atuação profissional, os oito assistentes sociais e três psicólogos aproveitaram para articular o trabalho das duas unidades.

 a

[ads2]

[ads1]

“O setor já costuma promover reuniões periódicas mas, tendo em vista a situação atual de pandemia, avaliamos a necessidade de nos reunir virtualmente para articular melhor nossas ações que estão em andamento”, explica a assistente social Mariane Sauer. Ela comenta que foram alinhadas diversas tarefas pendentes, como relatórios multiprofissionais e inserção de informações nos sistemas de adoção entre outras atividades que podem ser executadas remotamente.

Mariane complementa: “É um desafio para o nosso setor, tendo em vista que a maior parte da nossa atuação requer visitas domiciliares e atendimentos presenciais, mas estamos nos empenhando em realizar tudo o que é possível fazer remotamente”. Muitas dúvidas da população chegam através das ligações telefônicas. O setor psicossocial e o serviço de mediação estão se utilizando do sistema “Siga-me”, que permite tirar as dúvidas e resolver os problemas.

Alguns dos assuntos e dúvidas mais relevantes recebidos pelo telefone também foram tratados nesta videoconferência. “A videoconferência é muito positiva, pois a conversação possibilita diminuir a sensação de isolamento social, mesmo que virtualmente e, assim, dar continuidade ao nosso trabalho no setor psicossocial”, expõe Mariane. Esta foi a segunda reunião do setor desde a suspensão das atividades presenciais, e novas videoconferências devem acontecer nos próximos dias.

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

[ads2]

[ads1]

[ads2]

 

Block