Quarta, 28/07/2021
Joinville

Assistência Social de Joinville realiza capacitação on-line sobre migração

julho 8, 2021
Assistência Social de Joinville realiza capacitação on-line sobre migração
Compartilhar
Ouvir publicação

A Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), realiza no dia 13 de julho (terça-feira), às 13h30, a capacitação virtual “Educação para os Direitos Humanos com destaque às Migrações”.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

A formação será transmitida pela plataforma Google Meet. O acesso é gratuito pelo link https://meet.jit.si/CapacitacaoEducacaoDireitosHumanosJoinville e não é necessário se inscrever antecipadamente.

Direcionado a servidores públicos e instituições que realizam o atendimento ao migrante, o evento tem como objetivo sensibilizar a comunidade sobre a importância da educação para os direitos humanos, em diálogo intercultural e interseccional com o tema da migração.

Quem conduz o debate é Nilzane Fornari, advogada e autora do livro “O mundo é nosso”, que aborda a disseminação da educação para os direitos humanos na primeira infância, com foco nas migrações contemporâneas.

Moradora da região e conhecedora do fluxo migratório de Joinville, Nilzane Fornari tem especialização na área e é mestranda em Direito Internacional Conjunto em Direito das Migrações Transacionais pela Univali, em parceria com a Universitá degli Studi di Perugia, na Itália.

 

Siga-nos no nosso Instagram para receber notícias da região direto no seu celular. Para participar, basta CLICAR AQUI

De acordo com dados da Polícia Federal, nos últimos dez anos houve grande aumento do fluxo migratório em Joinville, principalmente de pessoas vindas do Haiti e Venezuela.

“Esse fenômeno, não é exclusivo do município ou região, mas sim de todo território nacional, haja vista que o motivo das migrações é em geral a busca de uma vida melhor, decorrente de crise político-econômica vivenciada por alguns países ou desastres naturais, ou ainda outros motivos, que levaram os cidadãos a migrar”, explica a coordenadora de Políticas para Mulheres e Direitos Humanos da SAS, Deise Gomes.

Acolhimento de migrantes em Joinville

Em Joinville, os migrantes podem obter atendimento junto às Unidades da SAS, tais como os Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e o Centro Pop.

Além disso, o Centro Público de Atendimento ao Trabalhador (CEPAT), por meio do Programa de Inclusão, oferece atendimento especializado ao migrante que busca oportunidades de trabalho.

É importante destacar, ainda, que Joinville é o único município de Santa Catarina que participa do Projeto Migracidades 2021, devido ao aumento do fluxo migratório nos últimos anos.

O processo de certificação tem o objetivo de informar e fortalecer a capacidade de administração local de migrações, a partir da presença de dez dimensões de governança migratória que envolvem políticas de acesso à saúde, à educação, ao mercado de trabalho, dentre outros aspectos relacionados à integração e ao bem-estar dos migrantes e da comunidade de acolhida.

Participe das PROMOÇÕES do AJ no You Tube – Clique aqui e se inscreva

Block