Quinta, 11/08/2022
Joinville - SC

39º Festival de Dança de Joinville reserva inúmeros atrativos para a sua segunda semana

julho 24, 2022
39º Festival de Dança de Joinville reserva inúmeros atrativos para a sua segunda semana
Compartilhar
Ouvir publicação

Nesta segunda-feira, o 39º Festival de Dança de Joinville entra na sua segunda semana desta edição histórica que registra recordes de inscrições e marca a retomada dos eventos presenciais.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

Os seis últimos dias do evento trazem aos participantes e público destaques como uma nova rodada de cursos; mais quatro noites da Mostra Competitiva; a segunda tarde da Estímulo Mostra de Dança; o DHIx; o Jam Session Joinville Tap; três tardes do Meia Ponta; o Dog Dance Day; o Momento Flashback; o Major Ball; e duas Noites dos Campeões. Até sábado, 30 de julho, 220 mil pessoas devem assistir as apresentações.

Confira o que está previsto na programação de 25/7:

A principal atração

Estímulo Mostra de Dança com a Tangará Cia de Dança

A Estímulo Mostra de Dança, atração que valoriza os trabalhos de grupos que se destacaram nas últimas cinco edições do Festival de Dança de Joinville, é comandada neste ano pelos grupos Kulture Kaos, de Joinville (SC), e Tangará Cia da Dança, de São Paulo (SP).

Simbiose entre poesia, dança e reflexão

No dia 25 de julho, às 17h, será a vez do público conferir o espetáculo “Severina”, da Tangará Cia de Dança, em parceria com o Palíndromo Coletivo Artístico, no Teatro Juarez Machado, anexo ao Centreventos Cau Hansen. “Apresentar ‘Severina’ é uma ímpar vitória profissional e representa a conquista de espaço, notoriedade e visibilidade para mostrarmos nossa arte para um público seleto que aprecia, valoriza e vive a dança”, avalia Guilherme Rienzo, diretor, coreógrafo, bailarino, professor de danças populares brasileiras e preparador corporal da Tangará Cia de Dança.

A coreografia conta com a participação de 20 profissionais da companhia na montagem e apresentação; é livremente inspirada na obra “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto; e mescla danças populares, dança contemporânea e artes cênicas. “Em ‘Severina’, a linguagem da dança é fundamentada pela pesquisa híbrida entre as danças populares regionais pernambucanas, em diálogo com a dança contemporânea, a dramaturgia do poema, abordagens e provocações de interpretação cênica, inclusive com as propriedades do uso da máscara na composição com figurino e luz para a estética cenográfica”, explica Guilherme.

Serviço

• O quê: Estímulo Mostra de Dança do 39º Festival de Dança de Joinville.
• Quando: 25 de julho, às 17h, “Severina”, da Tangará Cia de Dança.
• Onde: Teatro Juarez Machado (anexo ao Centreventos Cau Hansen, na avenida José Vieira, 315, América, Joinville).
• Classificação: livre.

Block