Segunda, 19/04/2021
Joinville

Prefeito Novo, Problemas antigos: opinião by Carlos Alberto Hang

março 4, 2021
Prefeito Novo, Problemas antigos: opinião by Carlos Alberto Hang

A princípio, mesmo já estando no fim de um trimestre de gestão, parece que muitos joinvilenses não estão sentindo ainda a presença de um prefeito novo, mas sim de continuação de problemas antigos.

Poucos entendem os motivos que levaram o atual prefeito a manter, por exemplo, um secretário da gestão anterior, MDB, como o da saúde, mesmo que o eleitor deixou claro o descontentamento com tal gestão, no resultado das urnas, já mesmo no segundo turno, ficando o candidato do MDB, totalmente fora da corrida eleitoral desde então, numa derrota vergonhosa para a história do MDB joinvilense. Pode até ter competência, mas não é o único e provavelmente não o melhor, mas carrega consigo a marca de uma gestão reprovada pela maioria do povo da cidade.

E parece que os problemas continuam, como falta de medicamentos. Por exemplo temos o Carbonato de Lítio, medicamento importantíssimo para os pacientes psiquiátricos, mas que está em falta nos postos de saúde desde o início do ano. Isso ocorria muito na gestão MDB, inclusive sobre este mesmo medicamento também, sendo que chegaram a deixar em falta por mais de dois anos e meio, durante a gestão deste mesmo secretário de saúde. Vale destacar que este medicamento é de responsabilidade da prefeitura, e não do estado, mas indiferente a isso, quem controla o estoque é a prefeitura.

Mais recentemente o atual prefeito acolheu passivamente o pedido de fechamento dos comércios e afins, medida sem base científica alguma para tal, mas que traz a certeza de maior desemprego, mais problemas sociais e afins, além de ser uma medita tomada durante esta pandemia e que não mostrou eficiência alguma em nenhuma parte no sentido de amenizar o contágio viral.

O contrário e mais coerente seria ampliar o tempo de atendimento para evitar aglomerações. Menos tempo de trabalho, temos menos rendimentos, e a prefeitura mantendo tal orientação acolhida, irá dispensar o pagamento do IPTU, por exemplo, do povo afetado por tais medidas? E por que não exigiu um aumento considerável da frota de transporte público se esta preocupado com a aglomeração, no lugar de cortar o transporte do povo ou deixar o usuário aglomerado no horário de pico?

Um dos exemplos de obras amadoras e muito mal feitas é a maquiagem que estão fazendo com a estação ferroviária, que faz muitos anos que tem tido uma aparência decadente e afastando qualquer possibilidade turística, e muito menos de entretenimento e lazer dos joinvilenses. Basta analisar a pintura feita com tinta branca de péssima qualidade e de maneira totalmente amadora (foto), deixando mais sujo do que pintada, com tinta espalhada na via, no meio do caminho e nas paredes. Também chama atenção os vários bueiros, em sequência um doutro, sem tampa, sendo perigo para idosos, crianças, ciclistas e demais transeuntes, mas ironicamente pintaram ao redor do bueiro aberto.

A gestão anterior, durante mesmo a corrida eleitoral, apressou-se em fazer o que não fazia durante os anos anteriores em destaque, asfaltar. Finalizada a eleição, vemos ruas com recapeamento novo, mas sem pintura, sem sinalização horizontal, sem motoristas, e muito menos turistas, saberem onde está a divisão da via, sendo que tais sinalizações poderiam ser feitas assim que o novo prefeito assumiu.

Outra questão que chama atenção é a falta de cuidados com os rios da cidade, onde o mato toma conta, e ainda mais nestes tempos chuvosos e numa cidade em que facilmente ocorrem cheias (deem uma passadinha pelos rios do Bairro Anita Garibaldi, por exemplo). Esta é uma ação que também a atual gestão poderia ter tomada assim que assumiu.

E quanto a seleção dos candidatos para cargos na prefeitura sem grande transparência para a população de seus andamentos e resultados?

Mesmo que estejamos no início do mandato, já quase completou o primeiro trimestre, e já deveríamos sentir, logo no início, mudanças, sentirmos que temos uma nova direção, mas não, a sensação para grande parte da população parece ser de que apenas temos uma continuidade do modus operandi da gestão anterior, a qual foi mandada embora pela maioria da população. Principalmente pela falta de comunicação, que parece continuar a ser um setor deveras falho. Ouvi muitas pessoas comentando ironicamente: “temos prefeito na cidade?” Não aparece como deveria, não se comunica como poderia, e isso lembra muito o estilo do prefeito anterior, com grande falha de comunicação, que geralmente diz respeito ao próprio setor afim na prefeitura.

Creio que não interessa para a maioria do povo ver cenas de teor populista apelativas de um prefeito ajudando a limpar a sujeira da enchente, capinando ou plantando florzinha, comendo pizza em seus “trabalhos voluntários”, e afins, mas quer vê-lo sentado na principal cadeira desta grande cidade tomando decisões claras e certeiras, e informando a população a respeito, além de fiscalizar o andamento de tudo, exigindo resultados positivos.

O povo em geral não quer demagogias, mas ações, ainda mais numa cidade que foi praticamente abandonada durante várias gestões até então, e quem sabe por isso estejamos tão aflitos e ansiosos por mudanças, algo NOVO diante do que tivemos até então. Mas creio que não sentimos isso ainda.

A eleição acabou em 2020, e agora o nosso partido é JOINVILLE, e seja quem votou ou não para o atual prefeito, pouco importa, pois todos devem estar unidos para que a gestão renda frutos positivos para a TERCEIRA MAIOR CIDADE DO SUL DO BRASIL, e para isso temos que fiscalizar cada passo, denunciar cada situação irregular (muitas o prefeito não fica sabendo e precisa chegar nele tal informação), acompanharmos os vereadores eleitos e cobrar deles atitude pela cidade e que não sejam meras peças decorativas, e peças bem caras por sinal.

Sim, o atual prefeito está somente iniciando sua gestão, e temos consciência disso, mas até quando esperarmos o início de resultados? Não temos questões aqui apresentadas que poderiam ser solucionadas sem demora, nos primeiros dias até? Devemos cuidar para não “passarmos o pano” e protelarmos tais questões imediatas.

Um prefeito não governa sozinho, mas com toda a sua população, e então estamos aqui fazendo a nossa parte, preocupados com nossa cidade e em ajudá-lo a fazer a melhor gestão possível.

Creio que todos os joinvilenses estão torcendo pela melhora da cidade, que está carente em todos os sentidos sobre tal, mas para isso precisa-se de comprometimento dos gestores, fiscalização da população e vereadores, e juntos fazermos uma cidade melhor para todos, para que possamos comemorarmos todos juntos as conquistas obtidas, indiferente aos que foram eleitos ou não. JOINVILLE É MAIOR QUE UM MERO JOGO POLÍTICO E MERECE RESPEITO E EMPENHO DE TODOS PELO SEU REAL CRESCIMENTO !!!

(Opinião de Carlos Alberto Hang, jornalista (SC03991), psicólogo, escritor)

Facebook Comments

error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville
Skip to content