Últimas notícias
Home » Esporte » Nação apresenta denúncia de irregularidade na Série C
A partida foi válida pela 5ª rodada do Campeonato Catarinense da Série C. / Foto: Beno Kuster

Nação apresenta denúncia de irregularidade na Série C

Nesta última semana, o departamento de inteligência do Nação Esportes constatou irregularidades no Sport Club do Porto durante o jogo do último domingo, dia 3, no estádio Armando Sartti, em Porto União. A partida foi válida pela 5ª rodada do Campeonato Catarinense da Série C.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

s
a

Com isso, o departamento jurídico do clube entrou em ação para intensificar as investigações. e na última quinta-feira, dia 7, protocolou a notícia de infração ao Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina, com o intuito de apurar os fatos encontrados.

A primeira suposta irregularidade envolve o goleiro FABIO VINICIO ZANIN OTTOBELLI, com o registro no BID 329.161. Fábio, de 28 anos, foi escalado em todos os jogos como goleiro titular da equipe do Sport Club do Porto.

Contudo, o atleta que entrou em campo contra o Atlético Catarinense não é o mesmo que atuou contra as equipes Itajaí e Nação, nas rodadas quatro e cinco. O jogador irregular, com o nome de Christopher Johnson, também chamou a atenção por não falar português durante a partida.

Após investigação, foi confirmado que Christopher foi formado nas categorias de base do Independente (ARG) e sequer está inscrito no campeonato, além de sequer ter o nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. Fotos enviadas ao TJD comprovam a acusação.

Goleiro Christopher que enfrentou o Itajaí com o nome de Fábio Foto: Beno Kuster

Goleiro Fábio, registrado no BID corretamente

Goleiro Christopher que enfrentou o Nação com o nome de Fábio Foto: Jackson Gembro/Nação Esportes

A outra suposta irregularidade envolve o camisa 10 que entrou em campo diante o Nação. Alexandre da Silva, um dos destaques no duelo, estava como listado em súmula como goleiro reserva em todas as outras quatro partidas da competição, utilizando o número 12.
Estranha o fato de um atleta ser goleiro em quatro jogos e resolver mudar de função justamente na quinta rodada do campeonato, ainda mais gozando de protagonismo durante o duelo.

Não bastassem as duas queixas, o Nação também informou o descontentamento sobre os exames de coronavírus que são necessários em todos os jogos. Desde o início da competição, o Leão já investiu mais de R$ 35 mil nos exames e deixou os atletas alojados em seu próprio CT desde o dia 2 de novembro.

Até a quarta rodada, nenhum caso havia sido diagnosticado. Estranhamente, após o jogo contra o Porto, o clube teve três casos positivos e já comunicou os órgãos responsáveis, além de isolar os profissionais.

Visto que, supostamente, os atletas do Porto utilizaram o nome de outros jogadores durante o confronto, não temos a garantia sobre quais atletas realmente estavam imunes ao vírus. Desta forma, o nos sentimos extremamente prejudicados, pois três colaboradores foram infectados após o confronto.

Aguardamos ansiosamente a manifestação do TJD sobre o caso e reiteramos o nosso compromisso com a verdade e com o futebol catarinense. Infelizmente, práticas deste modo ainda acontecem em nossas competições, prejudicando equipes com planejamento, estrutura e organização para a disputa das mesmas.

Facebook Comments

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville