Últimas notícias
Home » Carlos Alberto Hang » Motivação é um processo individual do atleta…
Somente a motivação construída pelo próprio indivíduo, tende a permanecer...

Motivação é um processo individual do atleta…

Durante uma temporada de jogos, competições, treinos e concentrações, todo esportista fica diante um quadro intenso que modifica suas questões de ansiedade, autoestima, autoconfiança, forma física, rendimento físico, concentração, inteligência pragmática, estresse, e afins, provocando alterações consideráveis no seu estado holístico, tanto do atleta, quanto da própria equipe em que está inserido, enquanto reflexo, e a motivação adequada a cada caso pode ser o diferencial no melhor rendimento.

Além de um acompanhamento médico e técnico, o atleta precisa ter ao lado o trabalho de um psicólogo do esporte especialista de fato na área (não somente de um formado em psicologia), principalmente o orientando como meio de diminuir as tensões, promover maiores motivações e aprender a transformar todos os aspectos negativos, provindos deste contexto laboral estressante, em impulso positivo e em ferramenta de controle de si mesmo.

A motivação, que é trabalhada principalmente no caráter individual de trabalho do psicólogo com o esportista, e não no eixo coletivo, modifica o desempenho e o rendimento do esportista, e precisa se estender a motivação nos treinos através do técnico, das prelações com o grupo, nas competições, e que se estende para a vida particular do atleta, que é reflexo da laboral e vice versa.

Podemos caracterizar o aspecto motivacional como um processo dirigidamente ativo e intencional em direção a um objetivo claro e de comunhão aos interesses dos elementos envolvidos para tal.

Devemos lembrar sempre que, os aspectos intrínsecos (fatores de caráter pessoal) e os aspectos extrínsecos (meio ambiente em que se está inserido), afetam diretamente no que diz respeito a motivação do sujeito, por isso é preciso de um trabalho técnico e focado no atleta enquanto ser individual que é, onde cada qual percebe o mundo de maneira particular, tem motivação pessoal peculiar as dos demais, vive num contexto familiar, religioso, sexual, financeiro e de condições físicas, psicológicas e de talento diferentes dos demais, que corresponde a ferramentas diferentes de aplicação para mover o sentido motivacional para ele.

A intensidade de ação que move um atleta tem correlação direta com a sua estrutura mental, logo é preciso uma ampla investigação de tudo que o influencia e como o influencia a ter determinado comportamento, tanto os bons quanto os ruins, pois todo comportamento é impulsionado, sobretudo, por motivos internos.

Palestras motivacionais geralmente não passam de engodo ou maquiagem, pois elas promovem um processo de ânimo momentâneo, o qual, ao se deparar com a realidade individual, tende a se dissipar em pouco tempo.

Estes tipos de ações, por si só, não promovem mudanças comportamentais de fato, e muito menos impulsionam o sujeito as mudanças de atitudes esperadas, apenas aparentam mudanças e estado de ânimo momentâneo.

Percebam como pessoas saem de cultos religiosos animadas com o repertório motivacional do pastor, ou como o público sai motivado de palestras e cursos motivacionais ministrados por palestrantes que usam de retórica repleta de frases de efeito, de aspectos coletivos, de promoção de sonhos, enriquecendo neste mercado muitos deles por termos muita gente carente de alguém ou algo que as motive a assumirem as próprias vidas, mas muitas destas mesmas pessoas, não passam alguns dias, já voltam a estágio anterior em que se encontravam, pois é preciso ocorrer mudanças, e alguém que sinalizem caminhos claros e de necessidades individuais sobre elas.

Pouco adianta animar as pessoas se não se fornecer para elas ferramentas próprias para que aprendam a motivar a si mesmas. O ânimo passa rapidamente, mas a motivação construída com o sujeito e pelo sujeito, tende a permanecer.

(conteúdo trabalhado em minha palestra ESPORTE & PSICOLOGIA: um casamento perfeito e necessário)

Facebook Comments

About Carlos Alberto Hang

Carlos Alberto Hang
CARLOS ALBERTO HANG: Escritor e jornalista (03991/SC) também com formação em Psicologia, Filosofia, História, Teologia, Psicopedagogia, Letras e Literatura, Gestão de Pessoas, Gestão de Marketing, Gestão Ambiental, Psicologia do Esporte, Psicanálise, Psicologia Clínica e Comportamental, Nutrição Clínica e Funcional, Coaching, Recursos Humanos,Jornalismo Digital, Logística, Adm. De Hotéis, Relações Internacionais, Promoção de Saúde e Prevenção de Drogas, Gestão na Administração Pública, Técnico de Segurança do Trabalho, Piano, Linguagem Musical, História da Música, Gastronomia, Inglês, Italiano e Espanhol, é Embaixador pela Cercle Universel des //Ambassadeurs de la Paix (Genebra/Suíça), é Cônsul de Joinville - Instituto Internacional Poetas del Mundo, detentor do Oscar Brasileiro by Grupo Jornalístico Ronaldo Côrtes de São Paulo e membro honorário imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de MG na cadeira 148. Instagram: @carlosalbertohang Twitter: @hangjornalista FACEBOOK: @opiniaodeumlivrepensadorbyHANG. Só permitida a veiculação ou uso do texto acima mediante a nomeação do jornalista e autor do mesmo.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville