Home » Brasil » Médicos não voltam às agências, e INSS suspende perícias agendadas
Colégio Tupy
O órgão não informou quando as perícias serão retomadas /

Médicos não voltam às agências, e INSS suspende perícias agendadas

Todas as perícias médicas agendadas para os próximos dias estão suspensas, sem data definida para a volta, segundo informado hoje pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). A decisão vem após o anúncio da ANPM (Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais) de que os médicos não voltariam a fazer atendimentos presenciais por falta de segurança.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

s
a

“A Perícia Médica Federal, ligada à Secretária Especial de Previdência e Trabalho, demandou adequações nas salas de perícias das agências do INSS para retornar à atividade presencial”, justificou o INSS em nota. “Destacamos que, o segurado que tinha agendamento para avaliação pericial, deve desconsiderar e proceder com a remarcação pelo Meu INSS e telefone 135.”

O órgão não informou quando as perícias serão retomadas, mas explicou que, a partir de hoje, as inspeções nas agências serão feitas em conjunto com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho. “Comprovando-se a adequação dos consultórios, a perícia retomará o atendimento nessas unidades”, acrescentou.

INSS diz ter avisado segurados

O anúncio da ANPM foi feito na última sexta-feira (11). Em comunicado, a associação cita as vistorias realizadas nas agências do INSS, que mostraram que apenas 12 das mais de 800 unidades com serviço de perícia médica no país foram aprovadas. Todas as outras apresentaram pelo menos uma “grave inconsistência” que impede o retorno da categoria a partir de hoje.

“Mesmo com todo o alarde da pandemia, ainda tínhamos agências sem EPI [Equipamento de Proteção Individual] até o presente, dentre diversos outros problemas. Por isso, neste momento, não será possível o retorno”, disse a ANPM.

O INSS alega ter comunicado todos os segurados com horário marcado que não haveria perícia médica hoje ou nos próximos dias, e que seria preciso reagendar a consulta. De acordo com Leonardo Rolim, as pessoas foram avisadas pelo app Meu INSS, por mensagem de texto (SMS) e por e-mail.

Ele lamentou que o comunicado não tenha alcançado a todos — muita gente só ficou sabendo da informação quando chegou às agências. “Aproveito a oportunidade para pedir desculpas às pessoas que foram às agências porque não conseguiram receber a informação [sobre a suspensão] a tempo, ou [porque] não tínhamos acesso a um meio de comunicação com essas pessoas”, declarou.

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Facebook Comments

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville