Home » Variedades » Pandemia impulsiona mudanças no comportamento do consumidor no mundo digital
Como parte dessa transformação, o atendimento físico deu lugar aos canais de redes sociais e plataformas online

Pandemia impulsiona mudanças no comportamento do consumidor no mundo digital

A determinação do isolamento social como principal medida de proteção contra o avanço do novo coronavírus impulsionou o e-commerce brasileiro e as empresas precisaram se adaptar para atender às novas demandas.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

s
a

De acordo com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), desde o início da pandemia mais de 135 mil lojas aderiram às vendas pelo comércio eletrônico para se manter no mercado. Neste novo cenário, a busca pelo conforto e comodidade ganhou destaque.

“A pandemia apenas acelerou uma realidade que já estava batendo em nossas portas. Com isso, empresários e empreendedores precisaram sair da zona de conforto e se adaptarem a esse comportamento cada vez mais comum entre os consumidores”, observa Renato Las Casas, Diretor Comercial da empresa de revestimentos inteligentes Ecogranito.

Como parte dessa transformação, o atendimento físico deu lugar aos canais de redes sociais e plataformas online, e gestores de empresas têm apostado em reuniões e treinamentos virtuais para manter os colaboradores engajados. “Internamente, ampliamos a realização de workshops online, webinars e reuniões virtuais para alinharmos os processos e mantermos a produtividade”, comenta.

À medida que as ações de contenção são fortalecidas, o comportamento dos clientes sofre alterações significativas. Não apenas a busca pelo digital, mas também o grau de cautela nos investimentos e a reavaliação de prioridades. Segundo Las Casas, no segmento da Construção Civil, as principais mudanças de comportamento dos clientes podem ser traduzidas pela comparação entre os condomínios residenciais e comerciais. “Muitos edifícios residenciais postergaram as reformas de suas fachadas para restringir o risco de contaminação entre os trabalhadores envolvidos nas obras e no ambiente dos condôminos”, explica.

Ao passo que a demanda residencial cai, a procura por reformas em condomínios, prédios e salas comerciais cresce exponencialmente. “Como muitos prédios não estão funcionando no momento, este é o momento ideal para a realização de qualquer obra. Sem o fluxo contínuo de pessoas, o barulho e a sujeira proveniente da movimentação de materiais, não atrapalha a rotina das organizações”, diz o empresário.

Por fim, Renato Las Casas avalia positivamente os últimos resultados do setor. “Superamos as metas dos meses anteriores, então, mesmo nesse contexto hostil, estamos conseguindo manter um bom desempenho”, conclui.

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Facebook Comments

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville