Home » Segurança » Polícia localiza autor por trás do perfil original do Homem Pateta
VOGEL PAINÉIS
O conteúdo da resposta tem a intenção de causar desconforto, medo e, em alguns casos, tenta provocar o suicídio.

Polícia localiza autor por trás do perfil original do Homem Pateta

O criminoso por trás do perfil do homem pateta, que tem o nome de “Jonathan Galindo” nas redes sociais, foi descoberto pela Polícia Civil do Distrito Federal nesta semana. O responsável pelo perfil original seria italiano e estaria preso naquele país, a informação foi repassada pela Interpol à investigação brasileira.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

s
a
a

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente do DF suspeita, porém, que existam outras pessoas por trás dos inúmeros perfis de Jonathan Galindo e aprofundou as investigações após um episódio registrado no último sábado (27), envolvendo uma criança brasiliense de 10 anos.

O garoto trocou mensagens em inglês através de uma conta no Instagram, que pertencia a mãe dele. Segundo reportagem do site Metrópoles, a mulher informou que ao pegar o telefone que estava com o filho, notou um diálogo com um perfil desconhecido e pediu desculpas antes de ler o conteúdo da conversa. Foi, então, que teve uma resposta ameaçadora: “Deixa ele jogar comigo. Logo depois você o verá morto. Cuide do seu filho ou eu vou fazê-lo se matar”.

Os responsáveis por esses perfis conhecidos como Jonathan Galindo têm a intenção de assustar jovens e crianças, utilizando um tipo de máscara que lembra o personagem da Disney, Pateta, porém com algumas deformidades. Os perfis têm poucas postagens e desafiam as pessoas a segui-los e enviar uma mensagem privada. Depois disso, é só esperar o retorno, que se dá através do envio de mensagens, vídeos, áudios ou até mesmo de uma ligação por vídeo ao vivo. O conteúdo da resposta tem a intenção de causar desconforto, medo e, em alguns casos, tenta provocar o suicídio.

Para denunciar, o telefone é o 181. Também é possível entrar em contato pelo WhatsApp da Polícia Civil (48) 98844.0011. Caso seja vítima de um dos perfis, a pessoa também pode registrar boletim de ocorrência virtual em https://delegaciavirtual.sc.gov.br/.

a
Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Facebook Comments

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville