Últimas notícias
Home » Política » Prefeitos querem autonomia para decidir sobre liberações
VOGEL PAINÉIS
Gestores também pedem para decidir sobre o retorno do transporte coletivo.

Prefeitos querem autonomia para decidir sobre liberações

Reunidos por videoconferência na manhã desta quinta-feira (14), os prefeitos da região da Amunesc manifestaram novamente preocupação com relação à falta de diálogo e de apoio do Governo do Estado. Eles pediram autonomia para decidir sobre liberações de setores econômicos e pedem respaldo para o retorno do transporte coletivo.

 a

O presidente da Associação e prefeito de Garuva, dr. Rodrigo Adriany David liderou a reunião, e destacou: “faremos um ofício solicitando ao governo do estado que nos respaldem com ações práticas, que abram o diálogo com as prefeituras e que dêem ao município o poder de decidir sobre a liberação das atividades econômicas”, afirmou.

Para o prefeito de São Bento do Sul, Magno Bollmann, a situação do transporte coletivo é insustentável: “se o governo não autorizar o retorno, eu mesmo vou autorizar aqui em São Bento. Nossa cidade está com tudo controlado, temos somente um caso ativo, até o momento não ocupamos nenhum leito destinado à Covid e a população está consciente e seguindo todas as recomendações”, declarou.

O Secretário de Governo de Joinville, Afonso Fraiz, participou do encontro representando o prefeito Udo Döhler. Em Joinville, as empresas do transporte coletivo tentaram retornar por meio judicial mas foram impedidas pelo Tribunal de Justiça. Segundo Fraiz, a liberação agora depende do estado: “Joinville vai retornar o transporte coletivo quando o governo do estado nos der essa prerrogativa”, enfatizou.

O panorama para a região no que diz respeito ao diálogo e ao recebimento de recursos permanece o mesmo exposto na última Assembleia de Prefeitos, realizada no dia 9 de abril. O secretário de saúde de Joinville, Jean Rodrigues da Silva, afirmou que o município recebeu aproximadamente dois mil testes rápidos, mas enfatizou que estes testes foram adquiridos pelo governo federal. “Ainda não recebemos nenhum suporte do governo do estado. Em Joinville, com força própria e apoio de empresas, chegamos a 130 leitos exclusivos para Covid. Acima disso só conseguiremos com o apoio do estado”, disse o Secretário.

A Diretora Executiva do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Nordeste de Santa Catarina (Cisnordeste) acompanhou a reunião e ratificou a fala de Jean. “O estado está somente distribuindo o que recebe do Ministério da Saúde. Os testes enviados para os municípios foram adquiridos pelo Governo Federal. Nenhum recurso do Governo do Estado vem para os municípios”, afirmou Ana, que informou que a compra de 10.400 testes feita pelo Consórcio deve ser recebida no próximo dia 20. “Estes testes foram adquiridos pelas prefeituras por meio do Consórcio, e serão distribuídos para os municípios da Amunesc e da Amvali”, concluiu.

Também participaram da reunião o prefeito de Araquari, Clenilton Carlos Pereira, o prefeito de Balneário Barra do Sul, Ademar Henrique Borges, o prefeito de Rio Negrinho, Júlio Ronconi, o prefeito de São Francisco do Sul, Renato Gama Lôbo, e o Secretário-Executivo da Amunesc, Tufi Michreff Neto.

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Facebook Comments

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville