Últimas notícias
Home » Segurança » Mulher simula tentativa de homicídio para incriminar ex-marido
VOGEL PAINÉIS
O crime de denunciação caluniosa é punido com pena de reclusão de 2 a 8 anos, não sendo possível o arbitramento de fiança / Aconteceu em Joinville

Mulher simula tentativa de homicídio para incriminar ex-marido

Compartilhe

Uma mulher que não teve seu nome divulgado foi presa em flagrante pela Polícia Civil na madrugada desta segunda-feira (24), em Mafra. Segundo informações, ela foi trazida até a delegacia na condição de vítima, em tese, de um “esfaqueamento” praticado por seu ex-marido.

 a

A falsa vítima chamou Bombeiros e a Polícia Militar, alegando ter sido esfaqueada no abdômen por seu ex-marido. Ato contínuo os policiais militares prenderam em flagrante o homem e o conduziram á Central de Polícia. Porém, na Delegacia, o delegado Nelson Vidal, responsável pelo plantão policial, após ouvir várias testemunhas e policiais militares constatou que tudo não passava de um enredo maquiavélico para incriminar o ex.

“Verificou se que, na verdade a mulher aproximou se do homem que estava trabalhando, com um canivete escondido em uma de suas mãos, e com a proposta de um aperto de mão amigável, acabou por puxar violentamente a mão do homem contra o seu abdômen, produzindo escoriações na região pélvica direita. Após o ato, começou a gritar por socorro e pedir para que chamassem a polícia”, pontuou o delegado.

O que a mulher não contava é que duas testemunhas viram toda a cena, além disso, um familiar reconheceu que o canivete era da própria mulher.

Ainda segundo o delegado, o crime de denunciação caluniosa é punido com pena de reclusão de 2 a 8 anos, não sendo possível o arbitramento de fiança pela autoridade policial.

“A Polícia Civil de Mafra desenvolve um trabalho investigativo sério e profissional, estando sempre pronta para proteger e buscar a punição daqueles que atentem contra a integridade física ou psicológica das mulheres, crianças, adolescentes e idosos; no entanto, não podem os trabalhos policiais serem usados para prejudicar terceiros ou servir como forma de agressão entre casais e familiares que não possuem maturidade para resolver problemas pessoais no âmbito da família”, frisou o delegado.

A encenação foi registrada na Rua Ptolomeu Assis Brasil, no bairro Buenos Aires. Fonte riomaframix.com.br

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Facebook Comments

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville