Home » Variedades » Ano bissexto: Nascimento no dia 29 de Fevereiro exige registro na data certa
VOGEL PAINÉIS
Embora seja uma dúvida comum para muitos, tanto do ponto jurídico, quanto médico, a questão é simples de se resolver. 

Ano bissexto: Nascimento no dia 29 de Fevereiro exige registro na data certa

Compartilhe
De quatro em quatro anos, este questionamento surge na cabeça das mamães que, nesta época, estão perto do fim da gestação: “E se meu bebê nascer no dia 29 de fevereiro?” A data, devido aos anos bissextos, ocorre apenas de tempos em tempos e leva sempre à mesma pergunta relacionada à comemoração de aniversários.

Participe do grupo de TELEGRAM  do Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

Participe das PROMOÇÕES  do  AJ no You Tube –  Clique aqui e se inscreva

Siga-nos também no Instagram!  Clique Aqui

De acordo com Patrícia Aparecida de Souza, escrevente responsável pelo setor de nascimentos e óbitos do 1º Cartório de Registro Civil de Sorocaba, a data é considerada como outra qualquer. “O dia 29 de fevereiro é um dia comum para qualquer tipo de registro civil, seja nascimentos, casamentos ou óbitos”, esclarece. Ela explica que, no caso dos nascimentos, a data que vale é a indicada em um documento chamado DNV, a Declaração de Nascido Vivo, expedido pela maternidade onde a criança veio à luz.
Documento obrigatório, o cartório não faz o registro sem a DNV preenchida, que possui todas as informações sobre o nascimento, como data, nome dos pais e município. Estas informações são repassadas à Certidão de Nascimento.
O médico obstetra, Charles Watanabe, explica que a DNV é um documento preenchido pelos médicos ou profissionais habilitados, logo após o nascimento. “A DNV é um documento oficial, que é obtido depois de se observar sinais de vida do recém-nascido, como, por exemplo, movimento respiratório e batimento cardíaco. Por ser um documento, mesmo que os pais não gostem da data, não é possível alteração, implicando, inclusive, em fraude, com penalidades legais.”
O profissional alerta que, independentemente do dia em que o bebê venha a nascer, o importante é que a idade gestacional esteja bem-definida. “Um parto somente é programado após exames, como a ultrassonografia, além da checagem de parâmetros clínicos que permitam saber mais precisamente o tempo de gravidez e a saúde do bebê. Se uma criança nasce antes do tempo, o chamado parto prematuro, pode haver complicações, como a imaturidade dos pulmões, tornando necessária a internação em UTI por insuficiência respiratória.”
Quando o bebê acaba nascendo justamente no dia 29, ele terá uma vida toda pela frente, convivendo com algumas situações inusitadas, como conta a professora Rosilene Noqueli, nascida nesse dia no ano de 1968. “Ainda sou bem jovem! Pois, desde que nasci, comemorei apenas 12 aniversários na data correta. Meus amigos e familiares falam que eu faço aniversário apenas a cada quatro anos”, brinca. Contudo ela conta que também já teve alguns problemas por causa da data. “Já tive dificuldades em bancos, pois, por algum motivo relacionado à data de aniversário, deixei de receber pagamento ou recebi um dinheiro e precisei fazer estorno.”
Ainda assim, mais importante do que qualquer data de nascimento é acompanhar a gravidez, seguindo todas as orientações médicas, reforça o especialista. “O importante não é a data de nascimento, mas, sim, o cuidado e o amor dos pais durante a gestação e, também, por toda a vida”, conclui Watanabe. Fonte diariodesorocaba.com.br

Siga-nos também no Instagram!  Clique Aqui

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville