Últimas notícias
Home » Segurança » Justiça marca para março júri de filho e pai acusados de envolvimento na morte de Gabriella Custódio da Silva
VOGEL PAINÉIS
O Poder Judiciário afirmou que já havia júris marcados para fevereiro e março, após o recesso, e por isso não possível uma data anterior.  Foto: Reprodução/FacebooK

Justiça marca para março júri de filho e pai acusados de envolvimento na morte de Gabriella Custódio da Silva

Compartilhe

A Justiça de Santa Catarina marcou para às 8h de 24 de março de 2020 o júri popular de Leonardo Nathan Chaves Martins e o pai dele, Leosmar Martins. O julgamento será no fórum de Joinville. Os dois réus são acusados de envolvimento na morte de Gabriella Custódio da Silva, que levou um tiro no peito em julho.

Participe das PROMOÇÕES  do  AJ no You Tube –  Clique aqui e se inscreva

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Participe do grupo de Whatsapp do Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

A decisão da Justiça é desta quarta-feira (4). O Poder Judiciário afirmou que já havia júris marcados para fevereiro e março, após o recesso, e por isso não possível uma data anterior.

Leonardo, de 21 anos, era o companheiro da vítima. Ele é acusado de homicídio duplamente qualificado por surpresa e feminicídio. Leonardo está preso preventivamente desde quando se entregou. O pai responde em liberdade por fraude processual e porte ilegal de arma de fogo.

A jovem de 20 anos morreu em 23 de julho. Ela foi baleada na casa da sogra, no distrito de Pirabeiraba. Em seguida, Gabriella foi levada pelo companheiro para o hospital em Joinville dentro do porta-malas de um carro. O suspeito fugiu menos de um minuto após deixá-la no pronto-socorro.

Segundo o Poder Judiciário, embora o réu tenha alegado que a arma disparou acidentalmente, a Justiça entendeu que essa questão deverá ser analisada pelo júri popular. Isso porque o filho e o pai, ao se desfazerem do objeto, impediram que fosse feita perícia na pistola, o que poderia comprovar a versão deles.

Além disso, o desaparecimento do celular da vítima e de Leonardo foi considerado pela Justiça como indício de que o réu tem algo a esconder. Fonte G1 SC

Crime

O feminicídio foi registrado no dia 23 de Julho, na casa onde o casal morava.  Câmeras de segurança da unidade de Saúde mostram o momento em que Leonardo Nathan Chaves Martins abandona o corpo da Jovem, na emergência do Hospital Bethesada.

A versão da defesa é que a arma disparou enquanto Leonardo mostrava o objeto para Gabriella, que o pai dele havia comprado.

Confira na íntegra a coletiva com a Imprensa

Advogado de Defesa fala sobre o caso

Leia Mais

Mulher morta é levada para Hospital  em Pirabeiraba

Polícia procura suspeito de matar mulher em Pirabeiraba

Vídeo mostra homem deixando mulher no pronto Socorro em Pirabeiraba

Suspeito de matar namorada se entrega a polícia

Em vídeo, suspeito de matar esposa afirma que foi acidente

Suspeito de matar namorada nega que roupa foi trocada antes da chegada no Hospital 

Família da vítima pede prisão preventiva de suspeito de feminicidio

Pai de suspeito de cometer feminicídio presta depoimento

Família de Gabriela faz manifestação pedindo Justiça

Polícia faz reconstituição da morte de Gabriela

IGP participa da reprodução simulada dos fatos no caso Gabriella

Polícia conclui inquérito e pede prisão preventiva de namorado

Acusado de feminicídio se entrega à polícia

Vídeo: Acusado de matar Gabriella é encaminhado ao presídio após se entregar

“Arma estava apontada para ela”, diz delegado sobre caso Gabriella

Às vésperas do Dia dos Pais, pai de Gabriella Custódio participam de ato: ‘Ela não volta mais, mas ele tá preso’

MPSC nega pedido de liberdade do acusado de cometer feminicídio

Gabriella Custódio da Silva foi atingida por arma de fogo — Foto: Reprodução/Facebook

Gabriella Custódio da Silva foi atingida por arma de fogo — Foto: Reprodução/FacebooK

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Participe do grupo de Whatsapp do Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville