Últimas notícias
Home » Segurança » Polícia afirma que áudios sobre sequestros de crianças são falsos
VOGEL PAINÉIS
A partir da investigação, o delegado responsável pelo caso, concluiu que o fato nunca existiu. / Reprodução / AJ

Polícia afirma que áudios sobre sequestros de crianças são falsos

Compartilhe

Nos últimos dias, mensagens sobre supostos casos de tentativas de sequestro de crianças em Joinville têm repercutido nas redes sociais.  De acordo com a Delegada Regional Tânia Harada, as mensagens são falsas e não há ocorrências deste tipo na região. Os áudios estão circulando em várias cidades do país e com o mesmo conteúdo.

Participe das PROMOÇÕES  do  AJ no You Tube –  Clique aqui e se inscreva

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Participe do grupo de Whatsapp do Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

Carro Preto

Nas gravações, pessoas dizem que um casal estaria agindo em utilizando um Fiat Doblô de cor preta, nas imediações do Pronto Atendimento. As pessoas que gravam as mensagens mudam os nomes das ruas e dos bairros para dar tom de mais veracidade e assustar as pessoas.  Em um deles, uma pessoa relata que está havendo uma onda de sequestro de crianças em no bairro Paranaguamirim. 

O outro caso teria ocorrido quando o carro teria parado para pedir informações sobre uma rua que nem mesmo existe no local e os suspeitos teriam tentado levar uma criança. Em um dos áudios um casal relata que os casos ocorrem em Joinville, Blumenau e Jaraguá do Sul.

De acordo com a delegada Regional Tânia Harada, não existe registros de desaparecimentos de crianças na Polícia Civil.  “Não confirmamos o ocorrido e a mesma situação de repasse de áudios neste sentido vem ocorrendo em outros municípios, como Jaraguá do Sul.  A orientação é não repassar esse tipo de informação sem confirmar a veracidade, uma vez que se gera panico desnecessário e sensação de insegurança na população. Lamentavelmente áudios e mensagens de whattsapp noticiando falsos crimes são recorrentes. ” – afirmou.

O boato nunca tem a pessoa envolvida, sempre foi a vizinha de uma amiga que presenciou e que por isso “é verdade”. Sempre dá informações genéricas, sem a localização exata ou o horário. A orientação é, se tiver contato direto com a pessoa envolvida, procurar a polícia, e se não tiver, se a notícia for nesse formato, o ideal é não compartilhar.

Siga-nos também no Instagram!  Clique Aqui

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Facebook Comments

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville