Home » Joinville » Celesc vai beneficiar 29 mil famílias com novas edições dos Projetos de Eficiência Energética
VOGEL PAINÉIS
Os eletrodomésticos mais novos e eficientes são oferecidos com desconto de 50% pelo Programa / Divulgação

Celesc vai beneficiar 29 mil famílias com novas edições dos Projetos de Eficiência Energética

Compartilhe

A Celesc lançou na manhã desta quinta-feira, 10, a 6ª edição do Projeto Bônus Eficiente – Linha Eletrodomésticos e a 3ª do Projeto Sou Legal Tô Ligado que, juntos, somam investimentos de R$ 41,1 milhões e vão beneficiar 29 mil famílias em várias regiões na área de concessão da Empresa.

A importância desse projeto é conscientizar o consumidor e seus filhos sobre a importância de economizar energia e preservar o meio ambiente. Ao facilitar o acesso dos consumidores catarinenses na compra de eletrodomésticos novos e mais eficientes, estamos auxiliando nesse processo”, destacou o presidente. 

Na sua sexta edição, o Bônus Eficiente consiste em conceder um desconto de 50% para o consumidor que pretende substituir seus eletrodomésticos antigos e ineficientes por novos e com Selo Procel de economia de energia, além da substituição gratuita de lâmpadas incandescentes e fluorescentes compactas por LED mais econômicas e duráveis.

O investimento por parte da Celesc para essa modalidade chega a R$ 23,3 milhões. A partir da próxima segunda-feira, 14,  estarão disponíveis para venda 10 mil refrigeradores, 2 mil freezers, 4 mil condicionadores de ar e 90 mil lâmpadas LED nas 43 lojas físicas da rede Colombo, em todo o estado, ou pela televenda, com chamada gratuita: 0800-642-4242.

Para essa edição, o consumidor conta também com o APP Bônus Eficiente, disponível para Android e iOS, onde será possível consultar os produtos, as lojas mais próximas, atualizar o cadastro e verificar se há alguma pendência.

O coordenador do projeto, Mário Cesar Machado Junior, explica que o objetivo do programa é promover o uso consciente de energia elétrica e facilitar o acesso dos consumidores catarinenses a eletrodomésticos novos, com Selo Procel e a lâmpadas LED, mais econômicas e duráveis. 

Já a terceira edição do Projeto Sou Legal Tô Ligado tem um viés voltado a famílias de baixa renda. O projeto substitui gratuitamente chuveiros elétricos por chuveiros com sistemas de trocadores de calor, refrigeradores antigos por mais eficientes e lâmpadas incandescentes por lâmpadas  LED. Serão aproximadamente 13 mil famílias, selecionadas após avaliação de viabilidade técnica e econômica em 40 municípios espalhados por todas as regiões da área de concessão da Celesc. As famílias devem estar adimplentes (em dia) com a distribuidora.

O projeto vai disponibilizar 11 mil sistemas de trocador de calor com chuveiros elétricos eficientes, 2,5 mil refrigeradores com Selo Procel e 44 mil lâmpadas LED.

BÔNUS EFICIENTE

Para participar, as regras permanecem as mesmas:

  • Ser consumidor residencial da Celesc Distribuição;

  • Estar adimplente (em dia) com a Celesc Distribuição;

  • Levar documentos pessoais e uma fatura de energia;

  • Possuir um eletrodoméstico similar ao desejado, em funcionamento, com mais de cinco anos de uso e sem o Selo Procel;

  • Entregar cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes compactas para troca gratuita por cinco lâmpadas LED. Essa troca será realizada na entrega do eletrodoméstico na residência do consumidor;

  • Ler e assinar o Termo de Adesão no ato da compra;

  • Fazer uma doação no valor de R$ 50 no ato da compra. A expectativa é de que sejam arrecadados R$ 800 mil, que serão destinados para entidades sociais.

Histórico – De acordo com Mário Cesar, nas cinco edições realizadas foram substituídos 96.640 eletrodomésticos e 577.315 lâmpadas, em 189.746 unidades consumidoras, beneficiando mais de 600 mil catarinenses. Ao todo foram investidos R$ 87,8 milhões e arrecadados R$ 4,5 milhões para diversas instituições filantrópicas. O programa gerou economia equivalente a 67.359,11 MWh/ano, durante os 10 anos de vida útil dos eletrodomésticos. “É energia suficiente para abastecer 272.083 residências durante um ano, ou por exemplo, o equivalente ao consumo do município de Itajaí”.

Veja abaixo os detalhes das quatro edições anteriores:

 

BE I

BE II

BE III

BE IV

BE V

Ano de execução

2013

2014/2015

2016

2017/2018

2019

Valor investido (R$)

21.132.139,00

26.324.296,04

18.150.817,78

10.893.655,85

11.352.224,88

Bônus

50 %

30%, 40% e 50%

50%

50%

50%

Unidades Consumidoras Beneficiadas

35.000

54.052

15.000

13.552

12.142

Municípios atendidos

231

255

244

238

Geladeiras

20.660

26.993

8.125

4.725

4.505

Freezers

2.213

6.888

3.125

1875

2.292

Ar Condicionado

6.244

3.750

2.500

2.745

Lâmpadas

175.000

238.105

45.000

58.500

60.710

Energia Economizada (MWh/ano)

21.784,46

~90.553 resid.

26.944,56

~112.003 resid.

11.383.05

~47.317 resid.

3.555,79

~14.808 resid.

3.691,25

~14.910

Redução de Demanda na Ponta (kW)

6.966,11

12.984,24

3.645,87

825,84

865,72

Doações (R$)

1.300.000,00

1.670.740,00

750.000,00

330.000,00

477.100,00

Os resultados significativos do “Bônus Eficiente” renderam à Celesc, em 2015, a premiação como melhor projeto de eficiência energética do Brasil, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, durante Seminário de Eficiência Energética do Setor Elétrico, realizado na Costa do Sauípe, Bahia.

Rede de ajuda

Sucesso de adesão desde o seu lançamento, em 2013, o programa, por meio da contrapartida dos consumidores, vem ajudando diversas instituições do estado com a doação de aproximadamente R$ 4,5 milhões arrecadados a um total de 30 entidades sociais. Na última edição, três cheques no valor de R$ 155 mil cada foram entregues à Associação Catarinense de Autismo (Balneário Camboriú), ao Asilo são Vicente de Paulo (Criciúma) e à Associação de Síndrome de Down (Joinville).

“Além da conscientização sobre o uso correto da energia elétrica, o projeto tem uma parte social importante, já que beneficia entidades sociais de todo o estado.”, explicou Cleicio.

SOU LEGAL, TÔ LIGADO

Como funciona o trocador de calor?

O funcionamento é simples. Em vez de a água da caixa ou da rede de distribuição ir diretamente para o chuveiro, ela segue por uma mangueira e chega a uma plataforma de plástico instalada no chão do banheiro. Acoplada a essa plataforma existe um trocador de calor feito de alumínio que recupera o calor da água quente do banho e aquece, indiretamente, a água limpa no interior do trocador.

A vantagem desse equipamento é que a água chega ao chuveiro já pré-aquecida, com um ganho de 10 a 15ºC. Com isso, o chuveiro precisa de menos potência para aquecer a água. Nesse projeto, além da instalação do trocador de calor, é feita a troca do chuveiro tradicional, com potências que podem chegar a 7.000 W, por um chuveiro de potência reduzida (3.600 W). Assim, a economia de energia no banho pode chegar a 50%.

About Redação

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville