Últimas notícias
Home » Sáude » Santa Catarina registra 55 mortes por gripe em 2019
VOGEL PAINÉIS
A gripe é uma infecção do sistema respiratório e, quando não tratada, pode causar pneumonias, responsáveis por um grande número de internações hospitalares no país

Santa Catarina registra 55 mortes por gripe em 2019

Compartilhe

Santa Catarina registra 55 mortes por gripe A ou B em 2019, conforme boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC) divulgado nesta segunda-feira (16). São quatro a mais do que no relatório da semana passada. A cidade de Jaraguá do Sul, no Norte do estado, é a que teve mais mortes.

Siga-nos também no Instagram!  Clique Aqui

Siga-nos  no Twitter ! Clique Aqui

Participe do Facebook  Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

No total, 434 pessoas tiveram gripe A ou B no estado este ano. Nesse conjunto, 261 tinham algum fator de risco, como mais de 60 anos, obesidade e doença crônica.

Casos de gripe A e B em SC em 2019
Gripe A H1N1: 340Gripe A H3N2: 49Gripe A com subtipagem em investigação: 16Gripe B: 28Gripe A por contato com pessoa doente: 1
Fonte: SIVEP GRIPE

Em relação às mortes, a maioria também foi por gripe A H1N1. Do total de 55 casos, em 44 o paciente tinha algum fator de risco.

Mortes por gripe A e B em SC em 2019
Gripe A H1N1: 45Gripe A H3N2: 4Gripe A por contato com pessoa doente: 1Gripe B: 1Gripe com subtipo não especificado: 4

Gripe A H3N2  4
Fonte: SIVEP GRIPE

Jaraguá do Sul registra o maior número de mortes

De acordo com a Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul, o sétimo caso no município foi confirmado na última sexta-feira (13) e divulgado nesta segunda. Trata-se de uma mulher na faixa etária de 65 a 70 anos que morava no bairro Nereu Ramos. Ela estava internada no Hospital São José desde 1° de setembro.

Neste ano, foram internadas nos hospitais de Jaraguá do Sul 44 moradores com suspeita de gripe. Foram confirmados 11 casos e sete pessoas morreram, mesmo número do ano de 2016.

Destas sete mortes, cinco faziam parte do grupo prioritário para receber a vacina contra a gripe, mas não procuraram uma unidade de saúde para se proteger, informou a Prefeitura de Jaraguá do Sul.

A Secretaria de Saúde da cidade indica que, ao sentir os primeiros sintomas de gripe, o morador deve procurar uma unidade de saúde. O tratamento precoce com medicamentos antivirais ajuda a evitar a evolução mais grave da doença. Ele é oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Vale lembrar que o tratamento não substitui a vacina contra a gripe.

Sintomas

  • febre alta;
  • calafrios;
  • tosse;
  • dor de cabeça;
  • dor de garganta;
  • cansaço;
  • dores musculares

Prevenção

Para reduzir os riscos de contrair gripe, a Dive-SC recomenda:

  • lavar as mãos com frequência, principalmente antes de comer
  • usar lenço descartável ao tossir, espirrar ou assoar o nariz
  • se não tiver lenço, cobrir a boca e o nariz com o antebraço quando espirrar ou tossir
  • evitar tocar olhos, nariz e boca
  • não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas
  • beber bastante água
  • evitar aglomerações
  • manter ambientes bem ventilados
  • evitar contato próximo com pessoas que apresentem sintomas da gripe
  • evitar beijar bebês, já que eles não têm imunidade completa Fonte g1.com/sc

About Redação

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville