Últimas notícias
Home » Joinville » Vereador desmente Prefeitura no caso “HAVAN”, e pede retratação
VOGEL PAINÉIS
O vereador afirmou que o projeto está há 5 meses com a prefeitura e ainda a câmara de vereadores não recebeu o retorno

Vereador desmente Prefeitura no caso “HAVAN”, e pede retratação

Compartilhe

O vídeo publicado pelo empresário Luciano Hang, proprietário da rede de Lojas Havan continua repercutindo em Joinville. Após a propagação do vídeo, onde o empresário chama a Prefeitura de desastre, a assessoria de imprensa emitiu uma nota afirmando que já encaminhou projeto para a Câmara de Vereadores permitindo o uso comercial em áreas mineradas da Cota 40.

Participe do Facebook  Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

Siga-nos também no Instagram!  Aconteceu em Joinville – Clique Aqui!



Leia Mais

Luciano Hang dispara contra prefeitura de Joinville.

Prefeitura emite nota sobre caso Havan.

Agora, o vereador Maurício Peixer (PR), emitiu um comunicado, onde afirma que foi encaminhado  diversos modelos para a concessão de alvarás de exemplos em outras cidades, porém o executivo não acatou. O vereador também afirma que a nota da assessoria não condiz com a verdade e pedirá retração da Prefeitura.

O vereador afirmou que o projeto está há 5 meses com a prefeitura e ainda a câmara de vereadores não recebeu o retorno / foto Flávio Coruja / Aconteceu em Joinville

Leia Nota na Integra

Em relação ao vídeo do Luciano Hang, dono da Havan, saliento que concordo com o posicionamento dele no que se refere à dificuldade encontrada aqui em Joinville para a concessão de alvarás. Nós, da Câmara de Vereadores, já propusemos ao executivo municipal outros modelos, aplicados em diversas cidades, para acelerar tais solicitações. Infelizmente, o prefeito não acatou.

Especificamente em relação à situação da Havan, o prefeito enviou um projeto para a Câmara de Vereadores no início do ano passado, o qual indicava as mudanças necessárias para se dar uso as áreas citadas. Após a análise do projeto, o modificamos para melhor adequá-lo às necessidades da nossa cidade, porque poderíamos abrir precedentes para que novas áreas viessem a ser usadas e mexeríamos com a cota 40, o que não queremos.

Fizemos uma alteração na lei para permitir só aqueles casos que já estão minerados, já estão rebaixados legalmente e isso foi feito através de licenciamento ambiental que é o caso desse terreno que ao que tudo indica não foi adquirido pelo dono da Havan. A informação que temos é a de que esse terreno é de uma imobiliária que o está alugando para a Havan.

Nós alteramos a lei para isso acontecer. O projeto está há 5 meses com a prefeitura e ainda não recebemos retorno quanto à outorga onerosa do direito de construir da valorização imobiliária do terreno. Ressalto ainda que a nota de esclarecimento que a prefeitura emitiu não condiz com a verdade. Estou solicitando à direção da Câmara um pedido de reparo por parte do executivo municipal.

Assista o vídeo

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville