Últimas notícias
Home » Carlos Alberto Hang » Opinião: Carlos Alberto Hang: É Tempo de Advento
VOGEL PAINÉIS

Opinião: Carlos Alberto Hang: É Tempo de Advento

Compartilhe

É tempo de Advento, palavra que vem do latim ad-venio, que significa chegar. O Advento é um tempo litúrgico que começa no domingo mais próximo à festa de Santo André Apóstolo (30 de novembro) e contempla 4 domingos, e com ele dá-se início ao ano eclesiástico.




ejam preparados, pois não sabem quando chegará o momento”. Trata-se de um convite para revermos nossas ações e relações sociais e familiares, além de buscarmos o perdão doutro e de nós a nós mesmos. No primeiro domingo de Advento o evangelho nos trata da esperança vigilante no Senhor; no segundo, a advertência de João Batista ao dizer “preparei os caminhos do Senhor”; no terceiro trata-se da presença dos tempos messiânicos e, no quarto, fala-se da encarnação do Verbo (Jesus).

A Coroa ou Grinalda do Advento é em formato de um círculo, sendo assim, não tem princípio e nem fim, sinal de aliança eterna do amor de Deus com os Homens, dando ideia também de elo entre o Criador e o ser humano. As ramas verdes usadas simbolizam a esperança, sendo esta sugerida pela proposta de renovação que se empenha em assumir neste período. Na coroa temos 4 velhas, e cada qual simboliza uma das quatro semanas do Advento.

Antes de iniciarmos o Advento a coroa se encontra sem luz, o qual representa o mundo sem a presença de Deus e ainda estaria com a presença do pecado (erro, escuridão). Mas, na medida em que as semanas passam, é ascendida mais uma vela, e logo a coroa fica toda iluminada, clareando os que estiverem à sua volta. A luz representa a presença de Cristo, que renova o mundo através da luz que traz consigo, sendo o conhecimento da verdade, a seta indicadora do caminho correto. Cada vela representa um tempo: a primeira o tempo da criação: de Adão e Eva até Noé; a segunda, o tempo dos patriarcas; a terceira o tempo dos reis e a quarta o tempo dos profetas que anunciaram a chegada do Nosso Salvador Jesus Cristo.  Nas coroas temos três velas da cor roxa, que solicita a purificação de nossos corações em preparação para receber o Menino Deus, sendo a quarta e última da cor rosa, sinalizando a alegria pela chegada do Senhor. A luz das velas simboliza a vitória da luz sobre as trevas, do bem sobre o mal.

Quando conhecemos os simbolismos do que os costumes nos ensinam, podemos todos nós virmos a fazer uso das ações pois a partir dali estaremos aptos para vivenciarmos o que se pretende através do hábito. Até mesmo aqueles que nem Cristãos são poderão usufruir destes comportamentos sociais, pois farão uma leitura de acordo com suas crenças pessoais. Mas pouco ou nada adianta fazermos o advento se não o compreendermos, sendo assim como folhas ao vento.

 

 

 

 

(Texto de autoria de Carlos Alberto Hang, psicólogo (CRP 11.931) e jornalista (03991), pós-graduado em psicopedagogia, especialista em Educação Infantil & Séries Iniciais; formado também em filosofia, história, letras, teologia, inglês, italiano, espanhol, trabalha com jornalismo desde 1994, ministrante de cursos e palestras, é Embaixador da Embaixada Universal da Paz – Genebra – Suíça – Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix, é Cônsul de Joinville – Instituto Internacional Poetas del Mundo, detentor do Oscar Brasileiro by Grupo Jornalístico Ronaldo Côrtes de São Paulo) e membro honorário imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de Minas Gerais na cadeira 148. Só permitida a veiculação ou uso do texto acima mediante a nomeação do jornalista e autor do mesmo.

Facebook Comments

About Carlos Alberto Hang

Carlos Alberto Hang
Carlos Alberto Hang, psicólogo (CRP 11.931/SC) e jornalista (03991/SC), pós-graduado em psicopedagogia, especialista em Educação Infantil & Séries Iniciais; formado também em filosofia, história, letras, teologia, inglês, italiano, espanhol, trabalha com jornalismo desde 1994, ministrante de cursos e palestras, é Embaixador da Embaixada Universal da Paz - Genebra - Suíça - Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix, é Cônsul de Joinville - Instituto Internacional Poetas del Mundo, detentor do Oscar Brasileiro by Grupo Jornalístico Ronaldo Côrtes de São Paulo) e membro honorário imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de Minas Gerais na cadeira 148. Só permitida a veiculação ou uso do texto acima mediante a nomeação do jornalista e autor do mesmo.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville